• Resultados para:label/leitor
Não é segredo que eu sou meio tarado por iluminação né? Tenho um painel lá no Pinterest só pra isso e já ensinei a fazer duas luminárias aqui no blog (1, 2). Agora, se a luminária é pendente, então já me ganha logo de cara. Há um tempo atrás, eu andei postando no facebook algumas sugestões bem simples de luminárias que dão um toque bem discreto na decoração, além de dar aquela turbinada na iluminação. Esse era um dos meus projetos em vista mas acabei esquecendo (depois dos 30 isso é bem comum, fique sabendo).
Foi então que, um dia na seção “Eu fiz, e você?”, um leitor me mandou um projeto com a tal luminária lá na casa dele. Eu gosto muito de ver alguns projetos em casa de gente de verdade, não que sejam Et’s que postem nos sites e revistas de decoração, mas é que quando são pessoas normais, fica mais próximo do resultado final verdadeiro, já que não tem toda aquela parafernalha pra tudo parecer casa de novela. O projeto do Matheus ficou bem legal e, como quando a idéia é boa, eu roubo me inspiro mesmo, olha só o resultado no meu quarto:
Essa luminária é muito simples de fazer. “Ah tá Edu, tudo que tem nesse blog você fala que é fácil de fazer!” Mas é mesmo meu povo! Essa tá na categoria “qualquer desastre doméstico dá conta”. Pra fazer você vai precisar de:
  • Tomada
  • Interruptor
  • Fio paralelo
  • Boquilha
  • Lâmpada
  • Mão francesa
Comece fazendo as ligações. Primeiro abra a tomada, desencape a extremidade dos fios e encaixe no lugar certo. Depois é só apertar. Em seguida, defina onde você quer que o interruptor esteja e abra novamente um dos fios. Agora você vai desencapar apenas um, cortá-lo e encaixar o interruptor nas suas extremidades. Depois é só juntar tudo e fechar.
Pra terminar a ligação elétrica, abra a boquilha onde vai a lâmpada e faça a mesma ligação que fez na tomada. Defina a altura onde a luminária vai ficar e fixe um mão francesa que servirá de suporte. Passe os fios entre ela de forma que não caia com o peso.

 

Pronto, agora é só encaixar uma lâmpada bem estilosa e ser feliz. Essa eu encontrei numa loja de material elétrico e custou 12 dinheiros. Ela tem um design diferente, meio snow globe e eu achei bem legal. Por sí só já era um pendente, só faltava o cabo mesmo. Existem outros modelos em outros acabamentos também, vale dar uma pesquisada.
>> Esse  fio é encontrado nas cores preto e branco. Se quiser pode pintar a luminária em outra cor.
>> Se todas as lâmpadas do cômodo forem fluorescentes, opte por uma lâmpada com uma cor mais amarelada pra aquecer o ambiente. Ok, eu não fiz isso, mas farei.
>> A mão francesa já comprei na cor branca. Você pode substituir por qualquer outro suporte.
>> Não dá conta de fazer uma ligação elétrica? Seja inteligente e peça auxílio. Ou tome um choque.
>> Não se pendure na luminária, vamo focar só na decoração ok?

 

Bom, agora que já tem sua luminária de cabeceira, é só ler aquele monte de livro que você comprou e estão lá no livreiro empoeirando. Ando meio perturbado, dando conselho pra mim mesmo. Rs. Falando em livreiro, ele vai virar assunto aqui muito em breve.
E pra fechar, já sabe né? Gostou? Então prove que voce é um ser humano sociável e comente, compartilhe, curta e use como assunto na balada. Melhor que falar de novela né? 😉



E pra começar bem a semana tem pôster novo pra baixar aqui no blog. Dessa vez, a frase foi sugerida pelo leitor Murilo Moreno, que comentou o seguinte:


Se a frase “O homem vangloria-se de ter imitado o vôo das aves com uma complicação técnica que elas dispensam.” do Carlos Drummond de Andrade virar pôster do homens da casa, ele já terá até lugar aqui em casa!

Pois é Murilo, já separa um lugar na parede do cafofo aí porque sua frase virou pôster e, particularmente, é um dos meus preferidos. Vai merecer até uma explicação do processo de criação. 😉
Quando li a frase, deu um estalo na hora de como eu gostaria que o pôster fosse. Esse moço de asas aí atrás é o Ícaro que, segundo a mitologia grega, para fugir do labirinto do minotauro, fez asas e as colou com cera. Acontece que ele ficou todo todo com a invenção e quis voar bem próximo do sol. Resultado: a cera das asas derreteu e o coitado despencou lá de cima. Para saber a versão séria da história, clique AQUIViram? God of War também é cultura! hehehe
Para baixar o pôster, clique AQUI.
Para salvar na sua máquina, clique no link acima e, quando o arquivo abrir, é só clicar CTRL+S
O arquivo está no tamanho A3 (29,7x42cm), no ponto pra você levar na gráfica de sua preferência e mandar imprimir no papel que preferir (eu sugiro couchê). Aqui em BH fica uma média de 3 reais a folha.

E aí, gostou? Quer sugerir algo? É só comentar aí. Se acanhe não! 😉

Ah, e agora quem usar os pôsters em casa ou fizer qualquer um dos trabalhinhos que o tio Edu ensina e me mandar foto, vai ter lugar vip no blog. Já viram?