Opa, bão? Ainda tem alguém aí?

Bem vindos de voltaaaaa! (abraço Bial)
Demorou, mas voltei! E pra começar o ano bem tem, a reforma de um achado. Durante as férias, tirei uma tarde pra rodar pelos Topa Tudo (existe plural pra isso?) de BH. Aqui não tem tanta opção e geralmente as que tem não são lá essas coisas, mas como tava a toa mesmo, bora procurar né? 
Rodando pelos Topa Tudo da Av. Amazonas encontrei uma cadeira que me chamou atenção. Só 45 reais (meses antes tinha pagado 90 por uma parecida numa promoção de 50% de desconto da Etna #fail). Fiquei todo empolgado mas dessa vez trabalhei a ansiedade e decidi dar mais uma volta pra pesquisar. Foi então que, dois quarteirões pra frente, eu achei a mesma cadeira por 25 REAIS. Aêêêê!!! Já comprei logo quatro e no caminho pra casa fui matutando o que faria com as bichinhas. Olha o resultado:
A idéia foi renovar a cadeira usando tecido. Usar essa técnica te permite uma infinidade de possibilidades, ou seja, pode fazer algo que combine com o seu ambiente e quando enjoar, é só trocar o tecido. Fácil né? Mais fácil do que isso, só o passo a passo:
1- Com uma chave de fenda retire os parafusos e solte o pé da cadeira;
 
2- Lixe todo o assento (ajuda a cola a fixar melhor). Se houver alguma imperfeição na cadeira, corrija usando massa pra madeira. Retire o excesso de pó com um pano molhado;
 
3- Recorte um retângulo do tecido no tamanho da cadeira, deixe sobrar uns 5 cm pra todos os lados;
 
4- Com um pincel aplique uma camada de cola branca em uma das faces do assento. Não passe cola nas laterais;
 
5- Aplique o tecido e vá passando a mão em todos os cantos para garantir a aderência;
 
6- Aguarde um dia para que a cola seque;
 
7- Com um estilete bem afiado, vá cortando as sobras do pano. Corte bem rente para o acabamento ficar perfeito;
 
8- Caso fique alguma parte desfiada, acerte com uma tesoura;
 
9- Siga os passos acima com a outra face da cadeira;
 
10 – Pra finalizar, com um pincel, passe cola nas laterais e na borda da cadeira. Passe o dedo pra garantir que nenhum fiapo se revolte. Quando a cola secar, vai ficar transparente e ainda vai assegurar que o tecido não desfie.
– O tecido usado foi o Acquabloc (R$23,50 o metro). Um metro foi suficiente pra fazer uma cadeira e meia, sendo que na segunda tive que emendar as sobras pra fazer a face de baixo. Ele é próprio pra estofados em geral. Resiste bem à umidade e é anti manchas (casa de homem, já viu né?). Por ser um pouco mais encorpado, também facilita na hora do acabamento. Você pode usar o tecido de sua preferência, contanto que na sua composição predomine o algodão;
 
– Para lixar, usei lixa 80;
 
– Um estilete bem afiado ajudará demais na finalização, mas tome cuidado pra não se cortar (tipo eu) ;
 
– É muito importante fazer uma face da cadeira por vez e aguardar de um dia pro outro pra tirar os excessos. Esse tempo faz com que a cola branca seque direito;
 
– Use essa técnica pra qualquer outro tipo de móvel que tenha a superfície rígida e lisa (cabeceiras, cômodas, mesas, armários, etc.).
Essa cadeira é a primeira das reformas que terão na minha copa e na sala. É que vai rolar uma festinha em casa e prometi pra mim mesmo que até lá esses dois ambientes estarão prontos (eu espero). Então aguardem que vem muita coisa por ai ainda. 
Dúvidas? Comenta aí que eu respondo. 😉