Pintando um móvel sem lixar II –  O inimigo agora é outro!

Uns dois posts atrás, eu comecei o diário da reforma do meu quarto mostrando pra vocês as minhas referências e o projeto 3d do cômodo, né? Agora é hora de botar a mão na massa e começar a dar uma cara pra isso tudo.

Vou começar reformando um arquivo bem antigo que um amigo meu ia jogar fora e eu fui lá e capturei. Ele vai ser a cobaia pra eu te mostrar que dá pra pintar um móvel sem lixar (isso mesmo que você leu, eu vou acabar de vez com a maior desculpa de todas e você vai aprender sim a pintar esse móvel que tá parado aí). De quebra, ainda vai virar um rack todo estiloso pro meu quarto.

A primeira coisa que eu fiz foi pedir meu serralheiro pra cortar o arquivo no meio e fazer 2 retângulos de metalon que vão ser os pés. Ele também fez mais 3 barras pra eu usar na hora da montagem, mas isso é assunto pra daqui a pouco.

Todo mundo que curte uma transformação, sabe que lixar um móvel é indispensável na hora de pintar certo? E todo mundo também dá aquela reclamada na hora de usar a lixa, correto? Eu já tinha ensinado aqui no blog como pintar uma cômoda de madeira sem lixar e agora você vai ver que no metal também dá pra ter sucesso!

Olha o passo a passo aí geeeente!

Primeiro você tem que limpar todo o móvel. E ele pode ser de madeira ou metal, não importa. Depois disso você vai dar uma demão de batida de pedra. Ela vem em uma latinha e é usada na parte interna dos carros pra dar proteção.

É uma espécie de tinta que tem um acabamento meio emborrachado, mas que é super resistente. Então pode botar fé e dar uma demão bem generosa usando um rolinho de espuma.

Depois que secar, é só pintar normalmente. Aqui eu usei o esmalte Seca Rápido da Suvinil. Ele não tem cheiro e em 5 minutos já tá seco ao toque. Foram 3 demãos e o grosso do móvel tá pronto.

Pro tampo do rack, decidi comprar alguns painéis de pinus. Então corri pra Leroy Merlin, que já é quase meu quintal, e comprei 2 peças de 25x 2 metros(R$ 54,90, cada) e mais 2 de 15×2 (R$36,90 cada).

O legal desses painéis é que eles já vem com um acabamento muito bom e nem precisa lixar.

Já em casa, cortei os painéis pra ficarem do tamanho exato do rack. Então parafusei os retângulos de metalon. Depois virei tudo e prendi os painéis no rack pela parte de dentro usando parafusos autobrocantes.

Pra parte de cima, fiz o mesmo esquema, mas escareei um pouco cada buraco pra conseguir dar um acabamento depois. É só usar a furadeira com uma broca maior. Ai fixei os painéis no metalon com parafusos autoatarrachante.

É só misturar cola com o pó que soltou da madeira e preencher todos os buracos que sobraram. Depois de seco, é só lixar com uma lixa mais fina e sua madeira fica com acabamento profissa.

Pra proteger, passei cera em lata com uma flanela. É legal passar umas duas vezes e depois dar uma lustrada. Como a cera é transparente, a cor natural do pinus realça e fica muito bacana.

E como aqui a pegada é industrial, fiz alguns stencils usando contact, pintei e apliquei nas portas usando tinta spray branca. Pra dar um ar detonado, dei uma descascada no móvel todo usando estilete. Não tem segredo nenhum e o rack ficou na pegada que eu queria. Olha só:

rack-1

rack-5

Curtiu? Então larga de preguiça e bora fazer um pro seu canto também! E se fizer, trata de mandar uma foto que eu já tô curioso…rsrs