Sou um mineiro convicto e muito feliz por morar aqui. Acho que não tem lugar melhor no mundo pra se viver e pra se comer. Sim, porque na minha família, bom mesmo é mesa farta. Já comentei por aqui que, além de me meter em decoração, também gosto de cozinhar né? Então foi questão de segundos pra imaginar um pôster pra cozinha e com uma receita, como vocês pediram.
Cozinho o que eu gosto de comer, exceto uma receita que eu nunca dava conta de executar: pão de queijo. Um dia saia duro, outro mole, outra vez ficava esfarelando, outro esparrachado (sem maiores informações, por favor). Fato é que eu era um mineiro que não sabia fazer pão de queijo. Era, meus caros… Porque num belo dia eu descobri na Revista Minha Casa (na edição em que eu sai) um blog com uma receita diferente, mas muito diferente mesmo. Fui lá, testei e tchanrannnn: o pão de queijo mais gostoso e bonito de todos. Ok, me empolguei demais. Hahahaha. Sério, muito bom mesmo. Tão bom que virou pôster. Ó só:
É claro que tinha que ter uma pegada retrô né?
Pra baixar, é só clicar AQUI.
Quando abrir a outra tela, aperte CTRL+S e salve na sua máquina.
O poster está no tamanho A3 e você pode imprimí-lo em qualquer gráfica.
Pra quem tá duvidando da minha habilidade
paodequeijistica. Tá servido???

Acho esse efeito quadro negro bem legal, sem contar que ainda combina com o quadro cardápio que apareceu por aqui no Papo Calcinha. Não me peçam grandes detalhes da receita, é só isso aí mesmo, sem escaldar polvilho nem nada. E claro, foco no design né minha gente? Se fosse pra detalhar tudo eu teria um blog Homens da Cozinha e cês sabem que a proposta não é essa.

Bom, pra mim vai ser uma mão na roda ter essa receita salvadora sempre por perto. E vocês, queridos leitores, além de mandarem uma fotinha do pôster na parede, agora também podem mandar foto da receita pronta, hein, hein! 😉
Quer receber o pôster impresso na sua casa? É só correr lá na HC Store e garantir o seu!
Ah, o blog de onde tirei a receita é o Diga Maria, que é bem legal. Fiz algumas pequenas modificações até ficar do meu gosto (me sentindo o chefe de cozinha).